Frequentemente nossos clientes fazem esta pergunta, muito importante para o planejamento de uma viagem. Estudando o tema, nos deparamos com um artigo escrito pelo economista Gustavo Candiota (que reproduzimos na íntegra) que esclarece de forma muito simples as principais dúvidas sobre o tema. No final do artigo colocamos um link do site da Receita Federal para quem quiser se aprofundar ainda mais. Boa leitura (e boa viagem)!

Na verdade, não existe um limite de dinheiro para ser levado no bolso em viagens internacionais, PORÉM… se a quantia ultrapassa R$ 10.000,00 ou equivalente em moeda estrangeira é preciso fazer a Declaração de Bens do Viajante (e-DVB) antes do embarque. Pode ser feita pela internet ou nos pontos de atendimento nos aeroportos internacionais.

Tal medida não tem relação com o valor em si, mas com o objetivo de evitar que dinheiro de origem ilegal saia do país. Por não ter a informação correta, a maioria dos passageiros prefere arriscar e viajar sem qualquer declaração, achando que preencher o formulário acarretaria taxas ou impostos adicionais. Não se preocupe! Se você possui origem para o dinheiro em questão, declare sem medo, não haverá qualquer custo adicional. Por outro lado, se ignorada esta norma o viajante pode sofrer sanções penais, perder a quantia transportada, além de ficar retido até prestar os devidos esclarecimentos à Receita Federal, com chance até de responder por crime de evasão de divisas.

Este é mais um motivo para sempre recomendarmos câmbio oficial. De nada adianta comprar moeda com doleiros “para não passar pelo seu CPF” se você depois pode ser barrado na saída do país por evasão de divisas, uma vez que não declarou o montante em mãos justamente por não ter como apresentar origem. Ou seja, no fim das contas, de uma forma ou de outra, o sonegador pode ser pego. Respeite as leis do Sistema Financeiro Nacional.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Receita Federal

http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/aduaneira/viagens-internacionais/guia-do-viajante/saida-do-brasil/dinheiro-em-especie-na-saida-do-brasil

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu
error: Conteúdo Protegido!